sábado, 30 de outubro de 2010

14 anos


Este é um texto especial, porque dia 19 de outubro e eu e a Andréa comemoramos 14 anos de casamento.
E nada mais especial do que nosso jantar tradicional, bem, não tão tradicional porque é preciso palmito in natura pra se fazer nosso prato comemorativo, e como encontrar o palmito in natura é dificílimo eu fiz com fundos de alcachofra, que também fica muito bom!
Mas essa receita eu não vou divulgar, vejam as fotos e tentem criar o de vocês que é o que vale.
Todo ano eu reservo algum $$$ para podermos aproveitar,  bem e este ano tomamos uma garrafa de Veuve Clicquot  demi-sec,  saímos um pouco do objetivo deste blog, mas comemoração é comemoração.
Não se pode deixar de tomar o verdadeiro champagne, saber que disputas políticas, intrigas internacionais foram criadas depois que a França determinou que só os espumantes elaborados na região de Remy poderiam ter no rótulo a denominação Champagne é emocionante, até o um guaraná teve que tirar o nome champagne, é mole???
Saber que está bebendo algo que é produzido com carinho e que é feito pra ocasiões como esta é mágico, por isso eu adoro vinho, há muito mais do que sabor, bolhas, cores, há história, intrigas e o principal, a emoção de se estar diante de algo centenário, a Pinot Noir e a Chardonnay estão tão bem equilibradas, a perlage é intensa e explode na boca...mágico...
Parabéns a nós por estarmos juntos e curtindo muito cada momento, porque é isso mesmo, curtir cada momento, se esforçar para se fazer o melhor, comer o melhor e beber o melhor, a Veuve Clicquot poderá aparecer o ano que vem, quem sabe?
Curtam e vivam o melhor que puderem!!!






2 comentários:

  1. O que comentei com você...História de Vida.
    Cumplicidade e experiências compartilhadas.
    Os filhos somam à tudo isso...sentido natural das coisas...
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Especial. Esta é a palavra que define nossa história. Tudo nela é especial, até a forma como comemoramos, as vezes sem muito requinte, sem muitos recursos, mas sempre muito especial!
    E especialmente porque eu te amo.

    ResponderExcluir